A norte-americana Honeywell anunciou nesta quinta-feira que conseguiu quadruplicar o poder de processamento de seu computador quântico System Model H1. Lançado no ano passado ele tinha 128 QVs, que é a medida da capacidade de processamento desse tipo de computador. Agora ele roda um sistema a 10 “bits quânticos”, e o poder subiu para incríveis 512 QVs.

O computador quântico da Honeywell é construído com base no conceito de íons aprisionados, bem diferente de modelos como os da Google ou da IBM, que trabalham com qubits supercondutores.

publicidade

A Honeywell introduziu recentemente o primeiro plano baseado em assinatura para o uso do System Model H1, que concede aos clientes pagantes um acesso mensal à máquina. A J.P. Morgan Chase, por exemplo, investiga como organizar melhor as operações bancárias. Já a BMW planeja usar o hardware da Honeywell para otimizar a cadeia de suprimentos da fabricação de automóveis.





Source link