O ataque hacker à SolarWinds, que prejudicou milhares de empresas, também atingiu a Nasa, que é a agência espacial norte-americana.

Outra vítima dos cibercriminosos foi a FAA, Federal Aviation Administration, responsável por supervisionar a indústria da aviação nos Estados Unidos.

publicidade

A revelação foi feita pelo jornal The Washington Post poucas horas antes de uma audiência do comitê de inteligência do Senado norte-americano, que investiga o caso.

A Nasa e a FAA seriam as duas agências do governo dos EUA que ainda não haviam sido identificadas, em um total de nove que foram vítimas do ataque.

As outras sete são os departamentos de Comércio, Energia, Segurança Nacional, Justiça e Estado, Tesouro e o Instituto Nacional de Saúde (NIH).

Segundo Anne Neuberger, do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, o ataque levou “meses para ser planejado e executado”.

publicidade

E, de acordo com Neuberger, o processo de investigação será demorado. Nas palavras dela, “vai levar um tempo até o incidente ser desvendado camada por camada”.





Source link