Armas impressas em 3D estão ficando cada vez mais sofisticadas, baratas, eficientes e, principalmente, perigosas. Hoje, já é possível imprimir a maior parte dos componentes de um rifle semiautomático calibre 9mm sem sair de casa, por um custo de US$ 350 (cerca de R$ 1,9 mil), valor que inclui até mesmo a impressora nos Estados Unidos.

A impressão de armas em 3D não é algo exatamente novo, com os primeiros registros datando de 2013, porém, era artefatos de baixa qualidade, feitos em plástico e que tinha por característica explodir após o disparo de apenas um tiro. Porém, os projetos evoluíram rapidamente, passando a ser possível imprimir rifles de assalto e pistolas semiautomáticas.

publicidade

Entretanto, até pouco tempo atrás, algumas peças essenciais para o funcionamento de uma arma, como o gatilho e o magazine, precisavam ser comprados separadamente, o que é relativamente fácil em países com legislações armamentistas permissivas, como os Estados Unidos, porém, impossibilitava a impressão de armas em países com leis mais rígidas, como a Alemanha e o Brasil.

Mas isso mudou e hoje até mesmo essas peças podem ser feitas em casa, sendo necessária apenas a compra de um cano metálico, que é facilmente encontrado em lojas de ferragens, o que também ajudou a reduzir os custos de produção, que, nos Estados Unidos, estão na casa de US$ 100 (Em torno de R$ 540).

Armas impressas em 3D ficm fora de qualquer sistema regulatório. Crédito: Patricio Cárpena no Pixabay

Armas fantasma

Um dos maiores temores de estudiosos da Universidade Estadual do Arizona, dos Estados Unidos, é a falta de “impressões digitais” das armas impressas em 3D. Isso acontece porque armas produzidas em massa são passíveis de regulamentações e recebem um número de série, o que torna possível que elas sejam rastreadas.

publicidade

Quando uma arma é impressa em 3D, ela está fora de qualquer sistema de regulamentação, podendo cair nas mãos de qualquer pessoa, mesmo alguém proibido de adquirir uma arma legalmente por ter antecedentes criminais, por exemplo.

Por conta da facilidade e dos custos de produção cada vez mais baixos, os projetos de armas para impressão em 3D estão se tornando cada vez mais populares em fóruns online, um dos mais populares já tem mais de 27.000 membros.

Além disso, vídeos de tutoriais vem sendo divulgados em redes sociais, como o TikTok, e até mesmo em sites de entretenimento adulto, como o Pornhub.

Fonte: Futurism e Slate

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





Source link