Os Apple Watches vêm se mantendo cada vez mais fortes no mercado, de acordo com índices de órgãos de pesquisas. Segundo os últimos dados da Counterpoint Research, empresa de inteligência de dados dos mercados de tecnologia da indústria móvel, no ano de 2020, a Apple vendeu quase de 34 milhões de smartwatches e ampliou sua liderança no mercado em relação aos concorrentes.

Em segundo lugar, ficou a chinesa Huawei com 11 milhões de unidades vendidas. E fechando o pódio, a Samsung ganhou a medalha de bronze com 9,1 milhões de smartwatches vendidos no ano. 

publicidade

Leia também:

A pesquisa também indicou que 40% dos números da Apple foram obtidos durante o quarto semestre de 2020. Contudo, as vendas em wearables, ao todo, registraram uma queda comparadas com o mesmo período de 2019. Com exceção da Apple, que aumentou a sua participação no segmento. 

A pesquisa atribui o sucesso da maçã ao modelo Watch SE, que, de acordo com o analista Sujeong Lim, sua influência levará a Samsung e outras fabricantes a criar opções semelhantes aos clientes que busquem por modelos topos-de-linha com preços acessíveis.  

Lembrando que o vestível já é o quarto produto mais relevante do portfólio da companhia, atrás apenas do iPhone, iPad e Mac, que já conta com mais de 100 milhões de usuários em todo o mundo.

publicidade

10% dos donos de iPhone já têm Apple Watch

Quem tem um iPhone pode desfrutar melhor dos recursos do Apple Watch, e essa maior facilidade na conectividade entre o smartphone e o vestível ajudou a potencializar as vendas do relógio inteligente entre aqueles que já possuem o celular com a maçãzinha no verso.

O relatório da Above Avalon estima que, atualmente, o número de usuários que possuem iPhone e Apple Watch já chega a 10%.

Via: MacMagazine





Source link